segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Teatro

Uma coisa que não entendo nos pessoenses, uma boa parte ( que não gosta de teatro ) diz que no teatro só tem viado, puta, sapatão e maconheiro. Mas quando vão ao teatro, escolhem para ver as peças que exploram o universo homossexual e das drogas. Hã ? WTF ?

Tem tanta peça excelente em João Pessoa ( incluindo as que exploram o universo homossexual e das drogas ) que só não ver quem não quer. Uma arte de pura interação e que explora de modo diferenciado as questões do cotidiano em sua maioria.

Aí ainda falam que as melhores peças são as de fora. Pelo motivo de só assistirem peças globais e caras. Enquanto as peças ricas em cultura e baratas desta capital eles não se interessam. Continuo sem entender. Aí falam que teatro é caro. WTF ?²

Alguém aí pode me ajudar a entender ?

Maconha




Um tema muito discutido, e agora é a sua vez de pensar sobre o que essa erva significa na sociedade.


Muito dizem que ela é banal, que mata, que faz muito mal, que é pior que cigarro, que é coisa suja, que faz as pessoas fazerem loucuras, que induz a violência, e que quem usa são marginais e que merecem apanhar. Mas porquê ?
Outros já dizem que ela é muito legal, não mata, que não faz mal como o cigarro, que o efeito acalma, que deixa a pessoa com a mente aberta, que é ilegal pelo simples motivo de não pagar imposto e/ou pelo motivo de vários políticos serem envolvidos com o tráfico, e com a legalização o tráfico ACABARIA e isso traria problemas para esses políticos, também dizem que ela não induz a violência alguma, que alivia as dores da cólica, que é bom pra quem tem AIDS pelo motivo de aliviar as dores e de fazer essas pessoas tenham fome e se alimentarem corretamente, que é bom pra melhoria várias doenças.
Agora gostaria de saber o que vocês acham. Eaí ?

Desculpem-me

Quero lhes pedir desculpas

Pois bem, desculpa por ter passado tanto tempo sem postar, mas é que ando muito ocupado. E desculpem-me pela promessa de postar a biografia de Dilma, mas é que cansei de escutar o nome dela na TV. E mais desculpas por qualquer outra coisa.